Nesse artigo iremos aprender:

A reforma de elevadores muitas vezes não é mais uma questão de escolha das administradoras de condomínios, tornando-se praticamente uma exigência, uma vez que essa diferenciação é indispensável para manter a alta competitividade do mercado imobiliário. 

Além disso, é comum que elevadores mais antigos tenham que passar por manutenções periódicas, o que pode gerar um custo maior para os proprietários de imóveis. Confira mais informações sobre por que reformar, tecnologias que os elevadores novos possuem em comparação com os antigos, quais aspectos considerar na modernização e outras questões importantes no nosso artigo completo abaixo. Boa leitura!

Por que reformar elevadores?

O objetivo de uma reforma de elevadores é permitir que o edifício se destaque mais e possa concorrer com outros novos edifícios que já foram modernizados. Uma vez que os prédios comecem a ser modernizados no mesmo bairro que o seu, dificilmente você conseguirá resistir à modernização, uma vez que você precisa elevar o seu padrão ao que o mercado tem oferecido para permanecer competitivo. Se o seu prédio não seguir a mesma tendência, ficará com uma imagem de prédio de segunda categoria.

Tecnologias novas nos elevadores

Por um período de cerca de 25 anos, de 1955 a 1980, a tecnologia de elevadores permaneceu relativamente inalterada, sem nenhuma inovação significativa.  Durante esse período, havia poucas razões para realizar a reforma de elevadores, pois o novo equipamento era muito parecido com o antigo, tornando a mudança irrelevante. 

No entanto, nos últimos 15 anos, houve grandes mudanças nos controles dos elevadores de tração. As mudanças se devem à implementação de unidades de energia de estado sólido (inversores SCR, IGBT e VVVF), controles de velocidade e lógica do microprocessador. 

Todas essas mudanças visam melhorar a confiabilidade e o desempenho, além de reduzir os requisitos de ajuste em andamento. Além disso, tem havido crescente ênfase na qualidade da condução e nos níveis de ruído. 

Como resultado desse desenvolvimento, há uma diferença notável entre um elevador instalado hoje em comparação com um elevador instalado há 20 anos. As diferenças são óbvias o suficiente para que o inquilino do edifício perceba que o espaço que está sendo alugado não é mais um espaço moderno. Isso tem um impacto direto nas taxas de aluguel e condomínio.

E a manutenção dos elevadores?

Às vezes, sugere-se que o equipamento existente seja modernizado, pois está ficando velho e, portanto, impossível de realizar as manutenções corretas. Isso não é verdade. Um elevador para edifícios foi projetado para funcionar por tempo indefinido.

Com a manutenção adequada – pela qual a maioria dos proprietários de edifícios está pagando – não há razão para que ela se deteriore. É verdade que os novos elevadores exigem menos manutenção do que os projetos antigos, mas isso significa apenas que um elevador moderno é mais econômico para as empresas de condomínio manterem. 

Profissionais competentes

O problema de manter equipamentos antigos se refere aos profissionais da área. O desenvolvimento e instalação de novos elevadores costuma ser o campo de treinamento de novos profissionais que desejam atuar na profissão.

Por isso que, a longo prazo, dificilmente, você conseguirá encontrar empresas com profissionais competentes que consigam realizar manutenção com excelência de sistemas obsoletos/antigos. As empresas geralmente têm dificuldade em encontrar profissionais suficientes para cumprir suas obrigações de manutenção em equipamentos mais antigos.

Todos esses fatores tendem a forçar os proprietários de edifícios a considerar a reforma de elevadores e o tempo que essa modernização levará. Vale a pena considerar os impactos disso para o seu empreendimento. 

Áreas de preocupação durante a modernização de um elevador

Os síndicos de condomínios e proprietários de empreendimentos mobiliários devem ter em mente outros sistemas de construção durante uma modernização do elevador. Independentemente de quem projeta a modernização, esses itens devem sempre ser considerados nos planos:

  • Atualizações da linha principal: classificação, amperagem, composição, sensores.
  • Integração de sistemas de alarme de incêndio e fumaça.
  • Mudanças de energia de emergência (os acionamentos modernos dos elevadores podem não funcionar bem em alguns geradores).
  • HVAC em salas de máquinas de elevadores (geralmente é necessário um aumento da refrigeração).
  • Aterramento para desempenho versus código.
  • Escadas de poço, bombas de poço, drenos, iluminação e atualizações de códigos elétricos.

O que olhar durante a reforma de elevadores?

Controlador

  • Nivelamento preciso do piso
  • Eficiência energética
  • Tempo de resposta mais rápido
  • Conformidade com o serviço de emergência de incêndio
  • Aumento do conforto da condução/deslocamento

Funcionamento da porta

  • Melhorar a segurança dos passageiros
  • Reduzir o ruído operacional
  • Velocidade eficiente da porta
  • Melhorar a estética
  • Dispositivo de reabertura de porta eletrônica

Cabine

  • Conheça os códigos e legislações
  • Melhore o conforto do passageiro
  • Iluminação de baixa tensão para mais eficiência energética
  • Aparência contemporânea elegante 

Sinal do equipamento

  • Compatível com ADA
  • Resistente a vandalismo
  • Atualizar os sistemas de iluminação e comunicação de emergência
  • Atualizar estética

Unidade de potência hidráulica

  • Melhoria do desempenho do elevador
  • Redução de ruído e vibração
  • Nivelamento preciso do piso
  • Mais eficiência e economia de energia
  • Eliminar problemas de superaquecimento
  • Válvulas eletrônicas de circuito fechado 

Atualizações de tração

  • Aumente a eficiência
  • Melhore a qualidade do traslado
  • Elimine o gerador de motor CC e substitua-o por um design CA eficiente
  • Melhore o sistema de travamento para maior segurança
  • Aumente a proteção na direção superior com a nova pinça para cabos
  • Execute atualizações de segurança para atender às normas vigentes

Como você pode ver, a reforma de elevadores não só traz mais valorização aos seus imóveis, mas também pode ser uma maneira de oferecer mais segurança para os condôminos e mais facilidade na manutenção. 

O que achou do nosso conteúdo? Acredita que ele trará benefícios para o seu condomínio? Deixe um comentário abaixo com sua opinião!

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Sinta-se livre para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *