Posts

É cada vez mais comum que proprietários de imóveis considerem a aquisição de um elevador domiciliar em sua construção. Isso porque o equipamento traz muitas facilidades para o dia a dia das pessoas, especialmente com o crescente aumento da expectativa de vida e da demanda por conforto entre as mais diversas classes sociais.

Quer saber mais sobre os elevadores residenciais? Continue a leitura!

Acessibilidade para moradores e visitantes se locomoverem entre os andares da casa

Pessoas com mobilidade reduzida têm mais dificuldade para transitar entre os andares dos imóveis. Mesmo pequenos lances de escada representam grandes obstáculos e um elevador residencial facilita a locomoção entre os pavimentos nesse sentido.

O equipamento percorre até 12 metros de uma residência, em uma velocidade de até 0,35m/s. Sua capacidade de transporte é 225kg, ideal para 3 pessoas por viagem. Assim, o elevador residencial traz muito mais praticidade e acessibilidade graças às tecnologias que contém. Para isso, necessário um projeto e após instalação que os proprietários realizem a manutenção de acordo com a recomendação do fabricante.

Valorização do imóvel no mercado

Outro ponto positivo da instalação do elevador domiciliar, além da acessibilidade e conforto que promove, é a valorização do imóvel. A estimativa é que o equipamento valorize até 20% mais o imóvel no mercado, em comparação a casas de mesmo padrão que não contam com um elevador.

Consequentemente, proprietários que planejam alugar ou vender esse bem fazem um investimento inteligente ao optar pela instalação de elevadores residenciais na construção.

Custo do projeto e instalação de um elevador domiciliar

O custo de um elevador domiciliar varia muito de acordo com cada projeto. Isso porque o planejamento é feito de forma personalizada para as necessidades mais específicas da construção do imóvel. Por esse motivo, o ideal é que, ao decidir construir uma casa com elevador, os proprietários da residência entrem em contato com empresas especialistas para fazer um orçamento do equipamento.

Na Espel Elevadores, você solicita seu projeto de elevador residencial e obtém todos os benefícios de curto a longo prazo que o equipamento pode proporcionar, com um excelente custo benefício. Fale com nossa equipe e faça seu orçamento agora!

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

A exigência de elevadores domésticos nos prédios conforme o número de pavimentos é definida de acordo com a legislação sobre a matéria. Porém, muitos condomínios têm colocado o equipamento como um diferencial para atrair compradores desde a fase da construção do empreendimento. Mas afinal, quando o objetivo é garantir que os moradores fiquem satisfeitos com tal comodidade, quais cuidados são necessários com relação ao elevador para condomínio residencial? Veja a seguir!

Como escolher empresa de elevadores domésticos confiável

A escolha da empresa de elevadores domésticos deve ser criteriosa para garantir que o projeto e demais serviços relacionados ao equipamento tenham alta qualidade, já que isso significa mais segurança e também conforto durante a locomoção dos passageiros. Desse modo, a pesquisa por especialistas em elevador deve ter como foco o melhor custo-benefício, seja considerando a instalação durante a obra, ou após o prédio já ter sido concluído, por demanda dos moradores (o que é possível, ainda que exija uma análise aprofundada para viabilização técnica na construção).

Lembre-se ainda que a experiência e qualidade da empresa – e os materiais utilizados pela fabricante do elevador – impactam não apenas no projeto do mesmo, mas também nos serviços. Afinal, o contrato de manutenção e assistência deve ser vantajoso para quem conta com um elevador para condomínio residencial. Afinal, ter um equipamento parado, que apresenta falhas frequentemente, ou que demora a ser consertado, até mesmo em detalhes, tende a incomodar as pessoas.

Manutenção de elevadores em dia

Elevadores domésticos tornam os prédios mais acessíveis, facilitando o acesso de gestantes, idosos e demais pessoas com dificuldades de locomoção a todos os andares do edifício. Mas isso só acontece se os equipamentos estão com a manutenção em dia – algo que deve ser assegurado em qualquer condomínio.

A falta de manutenção em elevadores causa paradas e compromete o bom desempenho do equipamento. Com isso, os usuários do elevador para condomínio residencial ficam insatisfeitos e, muitas vezes, os custos para os reparos – por adiar a manutenção preventiva, por exemplo – podem até aumentar, quando feitos em caráter emergencial.

Portanto, o ideal é que síndicos e demais responsáveis pelos condomínios mantenham um cronograma de manutenção de elevadores criteriosamente organizado. Assim, os passageiros contam com o meio de transporte sempre em funcionamento para transitar pelos andares com rapidez, sem o transtorno de carregar compras e colocar pessoas com mobilidade reduzida em situações desconfortáveis, subindo vários lances de escadas.

Modernização de elevadores para impulsionar o conforto e a segurança dos usuários

Por fim, outro ponto importante a se considerar em um elevador para condomínio residencial é a modernização. O serviço, que pode ser oferecido pela própria empresa responsável pelo projeto e manutenção, é solicitado de acordo com a necessidade de cada empreendimento.

A modernização técnica está relacionada à melhoria no desempenho e segurança do equipamento, podendo reduzir custos com energia e até o tempo de espera pela máquina. Já a modernização estética pode ser uma chance do condomínio readequar o elevador à decoração do hall de entrada do prédio, além de trazer ainda mais conforto e satisfação para os condôminos.

Este último serviço de modernização de elevadores domésticos abrange melhorias na cabina, podendo o prédio optar por revestimentos de inox ou laminado instalação de lâmpadas, espelhos, além de outras como teto, rodapé, piso e corrimão do equipamento.

Seu prédio precisa de um elevador para condomínio residencial de alta qualidade, do projeto à modernização? A Espel Elevadores é especialista e reconhecida no mercado, promovendo a satisfação de clientes com equipamentos de excelência desde 1986. Seja qual for sua necessidade, entre em contato conosco e solicite seu orçamento!

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Plataforma elevatória acessibilidade ou elevador residencial? Qual escolher? Criados para facilitar o acesso de pessoas com mobilidade reduzida, além de proporcionar conforto e praticidade para os demais, tanto o elevador residencial quanto a plataforma elevatória são fundamentais. Porém, os equipamentos possuem certas especificidades, que fazem com que cada projeto seja adequado para determinada situação.

Está pensando em instalar uma plataforma elevatória acessibilidade ou elevador residencial em casa? Conheça as diferenças entre os produtos.

Objetivos dos projetos de elevador residencial e plataforma elevatória acessibilidade podem variar

As diferenças entre um equipamento e outro começam desde a concepção do projeto. Isso porque a plataforma elevatória acessibilidade é específica para pessoas com mobilidade reduzida. Além disso, ela pode ser instalada tanto em uma residência, quanto em locais públicos e espaços comerciais, visando atender a legislação que trata sobre a acessibilidade.

Já o elevador residencial traz às casas, além da acessibilidade, praticidade e conforto para a locomoção de todas as pessoas no ambiente.

Diferenças na plataforma elevatória e elevador residencial

A plataforma elevatória acessibilidade percorre uma altura de até 4 metros com elevação através de controle com pressão constante. Já o elevador residencial funciona com elevação automática, percorrendo uma altura de até 12 metros. Sendo que o enclausuramento do elevador residencial é sempre obrigatório e, no caso das plataformas, para percursos acima de 2 metros.

Outro ponto é com relação à capacidade de carga máxima, possuindo a plataforma 250Kg e o elevador residencial 225 kg ou 3 pessoas. Neste mesmo contexto a plataforma elevatória possui velocidade de 6m/min. Já o elevador residencial, 15m/min.

Por fim, as plataformas não possuem porta de cabina e as portas dos pavimentos são manuais (eixo vertical), enquanto nos elevadores residenciais a porta da cabina é obrigatoriamente automática e as dos pavimentos podem ser automáticas ou manuais.

Sobre a Espel

A Espel Elevadores atua em desenvolvimento de projetos, fabricação, manutenção e modernização de elevadores desde 1986. Nossa equipe avalia a necessidade do cliente para fazer projetos que se adequem às suas expectativas, promovendo a acessibilidade e a praticidade com segurança e eficiência.

Está interessado em instalar uma plataforma elevatória ou elevador residencial? Entre em contato conosco e conte com nossa colaboração para colocar isso em prática!

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Será possível construir uma casa com elevador? Como fazer isso? Elevadores são grandes aliados para promover a acessibilidade em todos os lugares. E, atualmente, essa facilidade vem conquistando cada vez mais espaço em imóveis residenciais, afinal, uma casa com elevador permite que as pessoas transitem pelos andares de forma prática e rápida.

Assim, construir uma casa com elevador é totalmente possível. Basta se atentar a alguns pontos importantes para o investimento valer a pena e atender suas expectativas.

Elevador residencial: mais acessível do que você imagina

elevador residencial é acessível e pode ser instalado em qualquer imóvel com mais de um pavimento (até 4 andares). Atualmente, os modelos deste equipamento dividem-se em categorias, de acordo com sua tecnologia: a Espel Elevadores trabalha com os modelos hidráulico e elétrico.

A escolha pela opção mais adequada, de acordo com o projeto desenvolvido por especialistas, é um dos cuidados básicos para instalar um elevador residencial. Outro ponto a se atentar é o espaço destinado à instalação: a construção da casa deve incluir o projeto desde o início, para que não seja necessária a adaptação do equipamento em um imóvel acabado, com espaço insuficiente para o equipamento.

Cada projeto tem suas especificidades. Vale lembrar que é preciso considerar o espaço abaixo do elevador e também para a casa de máquinas (caso o modelo exija).

Destaque para alguns requisitos:

  • Capacidade máxima de 225 Kg ou 03 passageiros
  • Área máxima da cabina de 1,25m²
  • Percurso de 12 metros além do percurso máximo, medido entre o piso da primeira parada até o da última parada
  • Construções de até 4 andares.

Casa com elevador: praticidade e valorização do imóvel

Uma casa com elevador é mais valorizada no mercado imobiliário, além de mais acessível – especialmente para pessoas com mobilidade reduzida. Por esse motivo, incluir o equipamento no projeto do imóvel não é apenas prático, mas também um bom negócio – ainda que você decida vendê-lo ou alugá-lo.

Outro ponto positivo é que o elevador residencial é um elemento diferenciado para a decoração da casa, afinal, são diversos tipos de acabamento, da cabine aos botões, teto e piso.

Porém, é importante ressaltar que, para obter os benefícios do meio de transporte e ter um elevador seguro e eficiente na residência, é indispensável realizar a manutenção do produto corretamente. Assim como na fase de elaboração do projeto, esta etapa demanda o conhecimento de uma empresa especialista, que ofereça serviço e equipamento de alta qualidade.

Agora que você já sabe que é possível ter uma casa com elevador, descubra como a Espel Elevadores pode te ajudar nesse projeto. Fale com nossos especialistas.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

A instalação de elevadores residenciais é uma forma de trazer mais praticidade e conforto aos prédios. Os elevadores deixaram de fazer parte apenas de prédios públicos e particulares para transformar o dia a dia de casas no mundo inteiro. A chegada dos elevadores residenciais veio para mostrar, que o equipamento não é apenas uma peça de luxo, mas sim, uma necessidade para as pessoas se locomoverem.

Quer saber mais sobre instalação de elevadores residenciais? Veja neste artigo!

O que é considerado na instalação de elevadores residenciais?

É preciso ter alguns cuidados na instalação de elevadores residenciais. Antes de tudo, os moradores devem se perguntar por que vão precisar do equipamento no dia a dia e quais suas preferências com relação à estética do elevador.

Vale lembrar que os elevadores residenciais podem ser instalados em casas já construídas, porém, é preferível que o elevador seja incluído no projeto do imóvel quando ele ainda está na planta. Assim o engenheiro poderá planejar o espaço em que o equipamento e a casa de máquinas serão colocados.

Quais as vantagens de ter um elevador residencial?

Atualmente, o custo de um elevador residencial é muito mais acessível. Mas, essa não é a única vantagem de ter o equipamento em casa.

Esse meio de transporte também valoriza o imóvel no mercado imobiliário e ajuda na locomoção das pessoas entre os pavimentos da casa (especialmente de idosos e pessoas com deficiência).

Como fazer a manutenção dos elevadores residenciais?

Para garantir que a segurança e a eficiência dos elevadores, é fundamental se atentar à necessidade de manutenção dos equipamentos – inclusive na hora de planejar os custos de implantação do elevador, que incluem o produto, obra e manutenção.

Aliada à inspeção, a manutenção periódica dos elevadores residenciais é importante para a segurança dos usuários do equipamento e também para ampliar a durabilidade do mesmo. Para que esses serviços sejam realizados de maneira eficiente, contrate uma empresa especialista de confiança, com experiência no mercado.

Como escolher a empresa de elevadores?

Antes de decidir ter um elevador residencial, é imprescindível fazer uma boa pesquisa sobre esse segmento, a fim de encontrar empresas confiáveis, que ofereçam soluções completas de alta qualidade. Atente-se à experiência da empresa, disponibilidade de peças certificadas e oferta de serviços de manutenção preventiva e corretiva.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Construir a casa dos sonhos é um dos principais desejos da maior parte dos brasileiros. E nesse escopo, ter um elevador para residência pode fazer a diferença. Se há alguns anos esses equipamentos eram vistos como caros e distantes, presentes apenas em imóveis de luxo, hoje eles estão muito mais acessíveis financeiramente e ajudando inúmeras pessoas a tornarem suas casas mais seguras e agradáveis.

Além de ajudarem na decoração, os elevadores residenciais ainda podem ser especialmente úteis em casas com vários andares ou com moradores mais idosos ou ainda com necessidades especiais, tornando a locomoção mais simples e segura – evitando-se possíveis acidentes com escadas.

Por todas essas vantagens, o elevador está cada vez mais presente nos projetos e nas construções em diversas cidades do país. Se você também deseja instalar um elevador residencial, continue a leitura e veja os passos básicos para fazer um projeto bonito, eficiente e seguro.

1- Conheça as suas necessidades e desejos

Na hora de projetar uma casa, é sempre importante considerar os seus desejos e vontades, afinal aquele imóvel deverá refletir os seus sonhos e ainda ser funcional dentro da sua rotina. Com os elevadores residenciais isso não é diferente.

Por isso, você deverá pensar no tipo de casa que está construindo, nas pessoas que ali residirão e nas suas vontades e desejos. Se você sonha em ter uma casa moderna, por exemplo, é primordial que o seu elevador residencial siga esses passos, com modelos com vista panorâmica, ou ainda com uma decoração de luxo na cabine.

Não adianta fazer um projeto de um elevador que não resolva o seu problema de locomoção e que não tenha relação com a sua casa, como considerando a decoração, o piso e as suas próprias preferências. Tudo deve estar em sintonia e por isso é muito importante que você pense nesses pontos antecipadamente.

2- Inclua o elevador para residência ainda no projeto

O mais recomendado é sempre que o elevador para residência seja incluído enquanto se planeja a construção da casa – de preferência durante a fase de projeto. Assim seu arquiteto ou engenheiro poderá tirar todas as medidas adequadas e planejar corretamente o espaço onde o elevador será instalado, bem como o modelo e as metragens destinadas à casa de máquinas, por exemplo.

Esse planejamento prévio evita que problemas ou “surpresas desagradáveis” aconteçam depois do elevador instalado, tornando o equipamento muito mais seguro e com uma vida útil maior. Porém, se você já possui uma casa e deseja reformá-la, incluindo o elevador residencial, saiba que isso também é possível.

Nesse caso, é muito importante que você busque auxílio técnico, conversando com um engenheiro ou um arquiteto que esteja acostumado a lidar com elevadores residenciais. Isso porque, eles saberão exatamente quais pontos podem receber o equipamento, o espaço adequado e se terão de ser feitas algumas obras adicionais de reforço da estrutura da casa, por exemplo.

Por isso, nada de amadorismo. Lembre-se que projetar um elevador para residência é algo extremamente técnico e você precisa contar com um apoio e uma visão estrutural de toda a sua construção, garantindo segurança aos futuros moradores.

Um mito que afasta algumas pessoas do uso do elevador é de que esses equipamentos necessitam de um espaço muito amplo. Hoje já existem modelos bem modernos que podem ser instalados em uma área interna de caixa corrida de 1,4 m x 1,6 m, por exemplo.

Não projetar antecipadamente a instalação do seu elevador residencial pode lhe causar muitos problemas, sendo o principal a falta de espaço adequado para o equipamento, sendo muitas vezes necessário abrir mão de ambientes como quartos, banheiros ou salas para viabilizar a construção.

3- Entenda as diferenças entre os modelos e suas possibilidades

Como dissemos, os elevadores residenciais estão cada vez sendo mais procurados, o que faz com que uma nova gama de possibilidades sejam criadas pela indústria do setor. Se antigamente os modelos disponíveis eram poucos e caros, hoje essa realidade está bem diferente.

Na maioria das vezes, os elevadores residenciais são hidráulicos ou elétricos (também chamados de eletromecânicos). Os dois são alimentados por eletricidade e possuem sistemas de resgate ao usuário, em casos de panes elétricas ou falta de energia, por exemplo.

Os elevadores elétricos são bastante versáteis e costumam exigir um espaço menor para a instalação, enquanto os hidráulicos contam com um pistão hidráulico para funcionarem, que costuma ficar localizado na parte debaixo do equipamento – ocupando mais espaço.

Contudo, diferente dos elevadores dos prédios comerciais, os residenciais não costumam necessitar de um amplo espaço para a casa de máquinas. Em geral, casas com altura do último pé direito de 2,7 metros e com fosso de 20 centímetros de profundidade já podem receber o equipamento.

Mas, vale salientar que essas medidas podem ser diferentes dependendo do modelo de elevador escolhido e da empresa fabricante. Por isso, é essencial definir o modelo antecipadamente e junto do seu engenheiro ou arquiteto, para que o projeto já inclua a previsão do espaço físico e a infraestrutura elétrica necessária.

4- Avalie os custos totais e também a manutenção

Embora o elevador para residência seja mais acessível financeiramente, é importante que você planeje muito bem todos os custos envolvidos – que vão além da compra do equipamento. Lembre-se de incluir nos seus cálculos os valores relacionados às obras, à instalação do elevador e também à manutenção.

Em alguns casos, você terá de modificar a parte elétrica da sua casa, por exemplo, garantindo mais segurança para o funcionamento do elevador residencial. E, não se esqueça de que, para seu elevador funcionar com segurança, você terá de realizar a manutenção preventiva.

O recomendado é que, mensalmente, uma equipe técnica especializada visite a sua residência e avalie o estado do equipamento, evitando problemas graves, como o travamento do elevador em um dos andares, a não abertura das portas ou até mesmo o rompimento dos cabos. Os elevadores são equipamentos bastante seguros, mas é imprescindível realizar a manutenção com uma equipe técnica e dentro do período estipulado.

5- Escolha bem a empresa fabricante

Por último, mas não menos importante, é fundamental que você escolha com cuidado a empresa fabricante do elevador, afinal é ela que garantirá eficiência e segurança para o equipamento que você está comprando.

Por isso, analise alguns pontos, como:

  • experiência da empresa na fabricação de elevadores;
  • assistência técnica oferecida;
  • capacitação dos funcionários;
  • experiência na instalação de elevadores residenciais;
  • reconhecimento da marca dentro do setor;
  • >opinião de outros consumidores;
  • tecnologias utilizadas pelos elevadores;
  • serviços adicionais oferecidos (como manutenções, garantias estendidas, entre outros).

Como você pode notar, ter um elevador para residência não é mais algo distante. Porém, para que o seu sonho se torne realidade, com segurança e vida útil prolongada, é muito importante que você siga algumas recomendações básicas, prezando sempre pelo bem estar da sua família.

Essas dicas lhe ajudaram no seu projeto para um elevador residencial? Se você está em busca de uma empresa fabricante com expertise e experiência no mercado, entre em contato conosco e descubra as vantagens exclusivas que oferecemos!

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Há algum tempo, os elevadores residenciais eram vistos como um artigo de luxo, já que eram caros e pouco acessíveis. Mas, com o surgimento de novas tecnologias e o envelhecimento da população, este é um mercado que tem estado cada vez mais aquecido, fazendo com que muitas pessoas busquem instalar elevadores em suas casas.

Porém, para que o equipamento apresente segurança e uma boa vida útil é essencial prestar atenção à alguns cuidados básicos. E é sobre eles que falaremos neste artigo. Continue a leitura.

1- Atenção com o espaço onde o elevador será instalado

Na fase de projetos e de obras é primordial que você tome alguns cuidados básicos, evitando problemas posteriores que podem colocar em risco a utilização do elevador. O tamanho do espaço necessário para a instalação dependerá muito da tecnologia do equipamento e também do modelo escolhido, por isso é sempre importante verificar essas informações com o fabricante antes de começar a obra.

Se isso não for feito, pode ser que você tenha de fazer alterações estruturais na sua obra, encarecendo o seu projeto e, algumas vezes, não garantindo segurança para a instalação do equipamento. Em geral, os elevadores para acessibilidade contam com modelos com metragens a partir de 1,4m x 1,4m. Mas, você também precisa considerar o espaço abaixo do elevador e para a casa de máquinas (caso ela esteja presente).

Outro ponto essencial é garantir que os elevadores residenciais sejam instalados em um ponto de fácil acesso dentro da sua casa e que facilite entrar e sair do equipamento, dando preferência à instalação em uma área comum, com boa circulação e que mantenha a privacidade de quartos e salas íntimas.

2- Saiba as diferenças entre os tipos de elevadores residenciais

Engana-se quem pensa que os elevadores residenciais são todos iguais. Na verdade, existem modelos e tecnologias bem distintas no mercado e para garantir um bom projeto é primordial que você saiba as diferenças entre cada um deles, encontrando aquele que seja mais adequado as suas necessidades. Os mais comuns são:

  • Hidráulicos: foram os mais usados durante muitos anos, já que eram os únicos que permitiam reduzir o espaço destinado à casa de máquinas e também eram os únicos que contavam com o recurso de resgate, no caso de quedas de energia. Porém, com o tempo, outras tecnologias surgiram e estes modelos começaram a cair em desuso. Ainda existem arquitetos e engenheiros que apostam no uso destes equipamentos, principalmente nos modelos panorâmicos;
  • À vácuo: são as opções mais modernas e começaram a ser comercializados no final da década de 90. Este elevador utiliza a sucção do ar para criar uma diferença de pressão e fazer o equipamento subir, já a descida é feita normalmente pela força de gravidade. A vantagem é que a própria câmara de vácuo já funciona como uma caixa de corrida, além da instalação ser mais rápida que nos demais modelos. Porém, eles apresentam capacidades e tamanhos reduzidos;
  • Elétricos: hoje muitos destes equipamentos residenciais não mais necessitam da presença da casa de máquinas, o que torna a instalação bem mais prática e adaptável a vários projetos. Além disso, o uso de inversores de frequência deu a estes elevadores mais suavidade na viagem e precisão de paragem. Outras vantagens são: o baixo consumo de energia elétrica e o uso de fluido ecológico.

3- Atenção em relação ao uso do elevador

Manter a segurança e a vida útil do elevador depende, em muito, da forma como as pessoas usam o equipamento. Algumas medidas são extremamente importantes, como:

  • não apertar o botão de chamada várias vezes;
  • sempre verificar se o elevador se encontra realmente parado no piso antes de entrar;
  • não acelerar o fechamento da porta;
  • não manter a porta aberta mais tempo que o necessário;
  • não bloquear o fechamento da porta com objetos;
  • não acionar o botão de alarme desnecessariamente;
  • não deixar as crianças brincarem no elevador;
  • não ultrapassar o limite máximo de carga permitido para o elevador;
  • não permitir pulos ou movimentos bruscos dentro do elevador;
  • respeitar o limite de usuários;
  • não fumar dentro do elevador;
  • se o elevador estiver travado, não forçar a abertura da porta;
  • evitar lavar pisos ou paredes em locais próximos ao elevador, já que a infiltração de água pode prejudicar o funcionamento do equipamento.

4- Realize as manutenções no tempo estipulado

Muitas pessoas na hora de calcularem os valores com os elevadores apenas pensam nos custos com a aquisição e a instalação do equipamento e acabam se esquecendo de que estes itens devem passar por manutenções periódicas.

Estas manutenções são extremamente importantes e garantem que a degradação dos equipamentos e das instalações causadas pelo desgaste natural e pelo uso não colocarão em risco a segurança dos usuários, com a troca e o reparo dos itens avariados.

O seu plano de manutenção pode ser de 3 tipos:

  • manutenção corretiva: efetuada após a ocorrência de uma pane e é destinada a recolocar o aparelho para funcionar novamente;
  • manutenção preventiva: é efetuada em intervalos pré-determinados ou de acordo com critérios pré-estabelecidos e é destinada a reduzir as probabilidades de falhas ou a degradação do funcionamento de determinado item;
  • manutenção preditiva: permite garantir mais qualidade de serviço, com base na aplicação sistemática de técnicas de análise, reduzindo o número de manutenções preventivas e corretivas.

5- Combine os serviços de manutenção com os de inspeção

Para garantir ainda mais segurança e durabilidade ao seu elevador residencial, é muito importante que o serviço de manutenção seja combinado com o de inspeção. Assim, você terá a certeza de que as manutenções estão seguindo determinados padrões e evitando que problemas pequenos sejam desconsiderados e se tornem graves com o passar do tempo.

A inspeção do elevador sempre deverá ser feita pela própria equipe de manutenção e é essencial que lhe seja oferecido um relatório de todos os itens analisados, atestando que o seu equipamento está funcionando em perfeito estado e indicando as trocas e reparos que foram feitos.

6- Sempre procure por empresas responsáveis

Tanto na hora de comprar o seu elevador residencial, como de encontrar um plano de manutenção e de inspeção adequados é primordial que você considere a empresa em questão que está contratando. Analise qual o tempo de mercado ela possui, a experiência e expertise dos seus times, a disponibilidade de peças para reparos, a presença de um ou mais engenheiros responsáveis e também a opinião de outros clientes.

Uma empresa séria e responsável é um dos passos mais importantes para garantir que o seu elevador residencial terá uma alta durabilidade e ainda oferecerá segurança e comodidade a todos os moradores e visitantes da sua casa.

Gostou das nossas dicas de cuidados para os elevadores residenciais? Quer saber mais sobre este tema? Então baixe o nosso e-book e aprenda como encontrar o modelo certo para a sua casa!

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

O que um elevador residencial moderno pode trazer de benefício para você? Hoje em dia não é muito comum ver residências que tenham elevadores, e um dos motivos de isso acontecer é que os modelos de elevadores antigos exigiam muitas modificações e alterações na estrutura da casa e o consumo de energia era algo absurdo, porém, agora com as novas tecnologias muitos desses problemas foram resolvidos, e é justamente sobre isso que vamos falar a seguir. Listamos aqui, cinco motivos para você investir em um elevador moderno para a sua casa.

1 – Praticidade

Antes, para você instalar um elevador residencial moderno em sua casa, era obrigatória a construção de um fosso e algumas outras modificações que tornavam o trabalho muito mais complexo, porém, os novos elevadores exigem uma estruturação muito mais simples e fácil de ser instalada.

2 – Conforto

Os elevadores hoje em dia podem ser construídos de acordo com o estilo de cada residência, e trazem além de uma bela aparência, um melhor aproveitamento dos espaços, tornando o ambiente muito mais agradável durante o deslocamento de um andar a outro.

3 – Segurança

Quem nunca teve medo de ficar preso no elevador? Pois bem, o elevador residencial moderno é fabricado com sistemas de segurança que evitam acidentes como a porta fechar de forma repentina ou até mesmo de ele ficar parado entre um andar e outro, além disso, eles vêm equipados com sistemas de alarme para que em caso de emergência, você possa pedir ajuda.

4 – Economia

Já que os novos elevadores são muito mais simples e fáceis de serem instalados, o preço já é reduzido desde a montagem, porém eles ainda vêm equipados com sistemas que economizam energia, o que faz bem para o seu bolso e para o meio ambiente.

5 – Manutenção

Por serem montados com tecnologias melhores, e fabricados com peças de qualidade, a manutenção dos elevadores é muito mais simples de ser executada.

Agora que você já conhece as principais vantagens, procure uma empresa de qualidade, e que te ofereça segurança para que você possa adquirir o seu Elevador Residencial.

Fonte: Blog VidaNueva.org

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Atualmente o processo de instalação para ter um ou mais elevadores residenciais, pode ser feito mais rápido, devido não haver a necessidade da instalação de uma casa de máquinas ou de um fosso para o seu funcionamento, e graças ao uso de novas tecnologias, o investimento ficou mais barato, e fácil!

E são duas as opções para se ter um elevador doméstico: o elétrico e o hidráulico, qualquer um dos escolhidos é seguro e silencioso, e o mais interessante é que podem ser projetados em qualquer tamanho, por isso, podem ser instalados em residências de até 4 andares, ou seja, em sobrados imensos ou até mesmo em prédios residenciais antigos, onde na época se sua construção era inviável a obra com elevadores.

Onde ter um elevador doméstico

Para instalar um elevador doméstico basta que o proprietário escolha o local ideal, pode ser dentro da garagem, na entrada ao lado das escadarias, o importante é a funcionalidade que trará a todos no local, que além de ganhar tempo, evita o esforço físico e até acidentes de percurso.

Hoje em dia ter um elevador doméstico ou elevador de acessibilidade, pode já ser a prioridade de algumas famílias que estão com familiares com problemas de locomoção de alguma espécie, isso, sem dúvida, é um investimento que se faz necessário, já que a saúde e o conforto podem ser preservados um pouco mais!

Como é feita a instalação de um elevador residencial?

A instalação pode ser feita de forma interna ou externa, quem determina é o cliente, precisa ser verificado qual é o espaço disponível para a instalação do mesmo, e como está a estrutura da residência, e como pode envolver uma obra, uma ótima dica, é solicitar enquanto a casa estiver em reforma também.

Como as dimensões para ter um elevador residencial, ou elevador de pessoas, também são menores que de um elevador comum de prédio, não existe a necessidade de fazer o poço, que seria um buraco abaixo do nível do chão, onde ficariam as molas do elevador, visto que percorrem no máximo doze metros, e tem 1,5 m² de área, no máximo, por tudo isso, o custo de instalação é menor, e a instalação é mais rápida também.

Vale dizer que o elevador residencial pode combinar perfeitamente com o ambiente de qualquer residência devido haver vários modelos a escolher, um deles certamente será no estilo que procura.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Encontrar elevador residencial barato é uma possibilidade? Considerado item de luxo o elevador residencial se transformou num produto acessível, possibilitando que todo imóvel com mais de um pavimento pode ter o equipamento.

Então por que investir no elevador residencial? A razão é simples: esse equipamento é responsável por facilitar a locomoção pela casa.

Em imóveis que possuem pessoas com mobilidade reduzida ou com alguma necessidade especial para se locomover, idosos ou gestantes o elevador residencial barato se torna um equipamento conveniente e seguro ao transitar pela casa sem depender de terceiros, ganhando mais independência para realizar suas atividades no dia a dia.

Além de facilitar a locomoção pela casa, o elevador residencial barato oferece outros benefícios, como o complemento da decoração.

Elevador residencial facilidade para você e valorização para o imóvel

Decorações de elevador residencial feitas com madeira dão um ar rústico e sofisticado para o ambiente, enquanto as coloridas descontraem a área, tornando-a alegre e divertida.

Já para quem prefere modernizar e atualizar o ambiente, apostar numa decoração com metais, transparências ou espelhos no elevador residencial é uma excelente pedida.

O elevador residencial barato também traz uma vantagem financeira: o equipamento valoriza o imóvel frente a construções que não possuem tal comodidade. Há estimativas que indicam que o valor de mercado de casas com elevador residencial é até 25% maior.

E não pense que os gastos com o elevador residencial são altos. Pelo contrário: as despesas com o equipamento se resumem à manutenção e consumo de energia elétrica, que é baixo.

Se você optar por instalar um elevador residencial barato e aproveitar todos esses benefícios, liga para a gente. Executamos o serviço com qualidade, de acordo com as normas de segurança e pelo melhor preço.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos