Os elevadores têm se tornado cada vez mais populares nos últimos anos devido ao número crescente de edifícios de vários andares que vêm sendo construídos. Existem vários modelos de elevadores que você pode escolher de acordo com suas necessidades.

No entanto, muitas pessoas não conhecem essas opções, então, quando precisam fazer uma escolha ficam um pouco perdidas em meio à tantas informações ainda mais quando elas são técnicas. É importante escolher um elevador que combine um bom design com especificações técnicas assertivas.

Na Espel, temos o prazer de dizer que podemos ajudá-lo a escolher o elevador correto para o seu edifício. Os avanços tecnológicos são tão grandes que existem uma variedade de opções disponíveis. Os diferentes modelos de elevadores no mercado incluem aqueles com casa de máquina ou não, elétrico ou hidráulico, elevador de carga e por aí vai. Leia o artigo até o final para saber como escolher e os modelos possíveis. 

Como escolher um elevador? 

Aqui estão alguns pontos-chave a serem considerados ao comprar um elevador para seu prédio:

  • Tamanho do elevador e capacidade de carga: muitos elevadores têm um tamanho padrão, embora também existam opções de tamanhos maiores. É importante considerar a possibilidade dos elevadores transportarem equipamentos especiais, como cadeiras de rodas, embora isso exija mais capacidade de peso e outras questões de acessibilidade previstos na legislação. Em prédios com pouco tráfego, alguns elevadores pesam o suficiente para transportar cargas pesadas de um andar para outro. 
  • Considere os riscos de segurança potenciais: medidas de segurança adequadas são necessárias para reduzir a probabilidade de acidentes. As opções de segurança importantes que não devem ser negligenciadas incluem a instalação de sistemas de alarme, backups de falha de energia e outros sistemas de segurança.
  • Sistema de acionamento do elevador: o sistema de acionamento mais popular para elevadores residenciais são rolos de enrolamento. Um elevador desse tipo moderno requer uma casa de máquina muito pequena, se houver algum movimento da corrente de equilíbrio, o elevador pode não precisar de uma casa de máquina.
  • O preço do elevador: O custo de um elevador varia de muito alto, quando é de luxo aos mais econômicos. É importante analisar o custo geral dos elevadores, desde a compra até a instalação e manutenção. A Espel oferece preços competitivos, com ótimo custo x benefício. 
  • Opção de garantia: É importante comprar um elevador de um fabricante que ofereça uma boa garantia, para evitar imprevistos em momentos de necessidade. 
  • Modelos de elevadores: Existem muitos modelos diferentes de fabricantes diferentes no mercado. Considere um modelo que melhor se adapte ao seu projeto arquitetônico. Veja abaixo algumas das opções mais comuns.

Modelos de Elevadores: do residencial ao elevador de automóvel 

Modelos de Elevadores

Elevador predial 

O elevador predial é indicado para trazer mais facilidade no transporte das pessoas em edifícios residenciais, comerciais e empresariais com médio e grande fluxo de passageiros. Promove mais conforto e suavidade nos deslocamentos dos andares.

Pode ser com ou sem casa de máquinas, instalado com barreira eletrônica que impede fechamento de portas ou reverte seu movimento em caso de obstrução do feixe. Opção de sinalização em braille. O acionamento é eletromecânico VVVF, pode ter entrada unilateral, oposta ou adjacente. 

Elevador residencial 

O elevador residencial é indicado para trazer mais facilidade nos transportes. Tem capacidade de 225 kg ou 3 passageiros. A velocidade pode atingir 18m/min ou opcionalmente 21m/min. Conta com portas automáticas com abertura lateral. Pode ser com ou sem casa de máquinas. 

Elevador elétrico

O elevador elétrico da Espel faz parte de uma linha moderna com acionamento elétrico convencional que oferece a melhor tecnologia do mercado. Indicado para instalação predial ou residencial. Pode ser fabricado com ou sem casa de máquinas. Os elevadores atendem as normas de acessibilidade ABNT NBR 12892 ou NBR NM 313. 

Elevador hidráulico 

O elevador hidráulico é uma opção indicada para trazer mais facilidade nos transportes de passageiros e cargas. É conhecido pela facilidade de instalação. O elevador hidráulico pode ser fabricado de acordo com as especificações de cada projeto com relação à dimensão, quantidade de pessoas e peso. Pode ser com ou sem casa de máquinas.

Elevador monta carga 

O elevador monta carga é ideal para transporte de cargas menores. É utilizado para transporte de materiais de volumes médios como medicamentos, documentos, livros, utensílios de cozinha, alimentos, dentre outros produtos. A Espel fabrica elevadores monta carga elétricos com capacidade de 100, 200 e 300 kg em aço inoxidável.

Elevador de carga 

O elevador de carga é ideal para transporte de cargas em galpões ou outras edificações em que o transporte vertical é fundamental para melhorar a eficiência do trabalho e otimizar o tempo. São fabricados em conformidade com a norma ABNT NBR 14712.

Plataforma de Acessibilidade

As plataformas de acessibilidade podem ser instaladas em locais públicos, em que há um fluxo maior de pessoas ou para fins residenciais. As plataformas elevatórias ajudam a transportar com segurança e rapidez pessoas com mobilidade reduzida, além de promover mais conforto, suavidade e acessibilidade nos deslocamentos entre os andares.

Elevador Para Maca 

O elevador para maca foi projetado especificamente para o transporte de maca ou maca leito vertical em prédios. Geralmente é usado em prédios que precisam receber pacientes com mobilidade reduzida como clínicas, hospitais, laboratórios e também casas de repouso. 

Os elevadores são fabricados em aço inoxidável e em conformidade com as normas e regulações vigentes da ANVISA e ABNT para Hospitais e Clínicas Médicas.

Elevador Para Automóvel 

O elevador para automóvel é fabricado em modelo único. Ideal para estacionamento, concessionárias, showrooms, lojas de automóveis, condomínios e residências de colecionadores.

O elevador de automóvel conta com comandos colocados em todos os pavimentos. Trata-se de um elevador robusto voltado para suportar pesos de 3.200 kg. Oferece acesso às portas de pavimento unilateral ou por lados opostos.

Agora ficou mais fácil saber qual o elevador é o mais indicado para suas intenções. Se ainda tiver dúvidas, entre em contato conosco. Podemos te ajudar! 

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Nós queremos ter certeza de que você tem o maior número possível de opções disponíveis quando se trata de acessibilidade e mobilidade. É por isso que vendemos e instalamos plataformas elevatórias. Aqui estão apenas alguns motivos pelos quais um elevador para cadeirante pode ser perfeito para você ou sua casa:

Você não precisa se preocupar em entrar e sair da cadeira de rodas 

Várias pessoas que usam cadeiras de rodas usam elevadores de escada externos, mas o processo de entrar e sair da cadeira de rodas pode ser estressante. Quando os especialistas em elevação e transferência instalam plataformas elevatórias verticais, você nunca precisa deixar sua cadeira de rodas para subir e descer escadas. Basta tocar em alguns botões para desfrutar do segundo andar de uma varanda ou deck externo.

Leia também nosso artigo sobre acessibilidade em condomínios

Uma plataforma elevatória vertical pode fazer você se sentir confiante e seguro 

Muitas pessoas se sentem um pouco instáveis ​​ou desconfortáveis ​​ao andar de elevador e é por isso que a estabilidade e a segurança de uma plataforma elevatória é tão atraente. 

Vendemos e instalamos plataforma de acessibilidade que fornecem total segurança ao passageiro, contamos com uma equipe altamente capacitada e especializada. Todos esses recursos funcionam para proteger os passageiros contra acidentes. Seguimos todas as normas e regulamentos dos órgãos competentes. 

Permaneça independente em sua própria casa 

Como os elevadores de plataformas elevatórias vêm com um controle de chamada, os usuários podem entrar e sair do elevador sozinhos. Você não precisará de alguém para transportá-lo para outra cadeira, e o sistema operacional é simples o suficiente para que você possa usá-lo sozinho.

Existe um recurso que permite que você entre e saia do mesmo lado, tornando sua independência e mobilidade ainda melhor. 

Se uma plataforma elevatória parece ser o ajuste certo para você, entre em contato conosco hoje. Podemos instalar para você e ajudá-lo a tornar sua casa muito mais acessível.

 

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

 

A acessibilidade para pessoas com deficiência é um direito previsto em lei. No entanto, muitos estabelecimentos não contam com adaptações para esse grupo de pessoas. Continue lendo para saber como tornar o seu consultório um ambiente inclusivo para todos!

Cerca de 25% da população brasileira é formada por pessoas com algum tipo de deficiência, segundo dados publicados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Essa estatística representa em torno de 45 milhões de brasileiros.

A Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (N°13.146), por sua vez, determina uma série de direitos a esse grupo de pessoas, incluindo o direito à acessibilidade.

Apesar da legislação e do número expressivo, muitas pessoas ainda têm dificuldades no dia a dia por conta da falta de estrutura para recebê-las.

Essa situação é mantida, principalmente, pela ideia popular de que as deficiências dessas pessoas representam falta de autonomia para que elas vivam normalmente. Entretanto, a ausência dessa autonomia está muito mais ligada à negligência da população do que às deficiências.

Para mudar esse cenário é preciso investir em acessibilidade, especialmente em estabelecimentos ligados à saúde, como é o caso das clínicas odontológicas e médicas.

Afinal, o que é acessibilidade?

Essa pode parecer ser uma resposta óbvia, no entanto, o cenário descrito acima mostra que a questão da acessibilidade não é tão evidente quanto achamos.

Atualmente, muito tem se falado de inclusão e igualdade na nossa sociedade, mas na prática esses princípios  ficam apenas na promessa. É impossível falar em promovê-los quando normalizamos algumas situações envolvendo portadores de deficiências.

Imagine a seguinte situação: Um paciente cadeirante vai à sua clínica para fazer um tratamento com a colocação de um novo aparelho ortodôntico. Ele está muito feliz, afinal, poderá finalmente conferir o novo aparelho ortodôntico transparente.

No entanto, quando ele chega na sua porta percebe que há uma escadaria enorme e  nenhuma rampa para poder passar com a cadeira. Então, ele precisa contar com a ajuda de duas pessoas desconhecidas para carregá-lo até a porta. A mesma situação se repete na hora de ir embora.

Percebeu o constrangimento? Essa pessoa não pode dizer que tem livre acesso a sua clínica, simplesmente porque precisa do auxílio de terceiros para fazer algo básico como entrar no seu estabelecimento.

Sendo assim, acessibilidade é um direito que permite que as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida pratiquem a cidadania e participe de forma ativa da sociedade.

Esse direito é assegurado por meio de medidas para adaptar os espaços, a comunicação e os meios tecnológicos às necessidade dessas pessoas. No caso da clínica do nosso exemplo, uma rampa ou elevador resolveria o problema (dentre outras medidas tomadas dentro da clínica).

Importância da acessibilidade

Cuidar do outro é o princípio fundamental no exercício da odontologia. Quando você deixa de promover um ambiente acessível e confortável para todos os seus pacientes, sem exceções,  você está negando a natureza da profissão.

Ao promover a acessibilidade no seu consultório você garante o direito de ir e vir dos pacientes com deficiência sem prejudicar a segurança e integridade física deles.

Além disso, um ambiente mais igualitário e acessível está diretamente ligado à qualidade do atendimento e à reputação da sua clínica. Ajudando, inclusive, a fidelizar mais clientes.

Para elucidar essa ideia vale criar mais um exemplo prático:

Imagine que um futuro paciente com deficiência visual pesquise na internet por “quanto custa um implante dentário” e encontre a sua clinica.

No dia da consulta ele chega ao consultório e encontra um ambiente todo adaptado, de modo que ele consiga ser atendido sem maiores obstáculos.

Meses depois ele sente dores no dente e precisa fazer um tratamento de canal. Por ter sido bem atendido e se sentido confortável dentro do seu consultório, o paciente não irá hesitar em procurá-lo para realizar o procedimento.

O que você pode fazer para deixar sua clínica mais acessível

Construir um ambiente acessível é uma medida prevista em lei. Por isso, é sua responsabilidade e obrigação oferecer um espaço completamente adaptado.

Para isso, é fundamental que a sua clínica esteja em concordância com a legislação e com as normas técnicas estabelecidas pela ABNT.

A seguir, confira algumas das normas estabelecidas pela instituição para garantir que a sua clínica seja um ambiente inclusivo e acessível:

Acessibilidade na área externa da clínica

Como ficou claro no primeiro exemplo que demos, a área externa é o primeiro contato do paciente com a clínica e, muitas vezes, o primeiro obstáculo. Para evitar situações que ferem a dignidade e o direito dos seus pacientes, fique atento aos seguintes aspectos:

  • Rampas de acesso;
  • Elevadores para cadeirantes;
  • Estacionamento com vagas prioritárias (não se esqueça de fiscalizar o uso);
  • Corrimão em todas as escadas;
  • Calçada com piso tátil;
  • Portas adaptadas.

Acessibilidade na área interna da clínica

Para criar um ambiente acessível é preciso, também, garantir a autonomia dos seus pacientes dentro do consultório para que eles possam acessar as diversas facilidades, como a recepção, corredores, banheiros e sala de atendimento.

Por isso, você pode contar com diversos recursos para adaptar o ambiente e respeitar as normas técnicas.

  • Piso antiderrapante;
  • Corredores espaçosos (de acordo com as normas técnicas de largura mínima);
  • Corrimãos e barras de apoio em diferentes locais;
  • Banheiros adaptados para diferentes necessidades;
  • Altura do mobiliário (balcão, poltronas, cadeiras e macas);
  • Portas adaptadas.

Ao fazer todos esses ajustes lembre-se de colocar o adesivo com o Símbolo Internacional de Acesso para avisar que o seu consultório tem acessibilidade.

Além disso, durante o planejamento das adaptações conte com a ajuda de um profissional capacitado. Isso porque, cada imóvel tem suas particularidades dependendo da sua localização, tamanho e tipo (edifício ou residencial).

Por isso, os elementos incluídos na clínica precisam ser avaliados individualmente e de forma antecipada, já que podem se tornar mais uma barreira se instalados de forma incorreta.

 

Texto produzido por Estela Lima, redatora da empresa Clínica Ideal.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Um dos principais motivos para a renovação da sua cabina de elevador é atualizar a aparência e torná-la mais atraente, além de trazer mais eficiência com tetos de LED ou proteção extra às paredes da cabina.

Outra razão para melhorar a aparência é que algumas pessoas têm medo de elevadores e sofrem ansiedade ao andar em um. A modernização interna pode ajudar trazendo mais conforto e segurança nos minutos que a pessoa passa lá dentro. Saiba mais nesse artigo sobre o que é necessário para modernizar sua cabina, itens para troca e muito mais!

Itens de Modernização da Cabina de Elevador 

Modernização de elevadores

Painéis de teto do elevador 

Se o teto do elevador estiver em boas condições, considere manter para economizar dinheiro. São necessários custos substanciais de material e mão-de-obra para remover um teto e instalar um novo. 

Se você decidir atualizar, os passageiros podem gostar da ideia de um elevador bem iluminado. Isso pode fazê-los se sentir mais seguros, proporcionando ao seu elevador uma atmosfera mais aconchegante. O teto que você escolhe tem tudo a ver com a quantidade de luz na cabina de elevador.

O teto do elevador está disponível em materiais que variam de aço inoxidável e alumínio aos painéis mais tradicionais em uma estrutura de teto suspenso. O tipo de teto que você escolhe afeta os sistemas de iluminação. Você também deve selecionar as melhores lâmpadas. As três opções são lâmpadas incandescentes, lâmpadas LED ou lâmpadas fluorescentes.

Como as lâmpadas no elevador estão acesas 24 horas por dia, as lâmpadas LED são uma boa solução para iluminação, pois produzem uma luz mais forte e são econômicas. Também têm uma vida útil mais longa. Um conjunto de luzes LED de qualidade pode durar até cinco anos. Este é um longo período entre as trocas de lâmpadas.

Parede do interior do elevador 

Os painéis no elevador são como a tinta nas paredes de uma sala. A cor e o padrão influenciam o humor e o comportamento do passageiro. Os painéis de parede do elevador estão sendo constantemente empurrados com malas, maletas, bolsas, caixas, carrinhos e outros objetos.

Considere o uso principal do seu elevador. Se for compartilhado entre inquilinos, técnicos de reparo, clientes e entregadores, será preciso um bastante resistente. Você pode escolher acabamentos internos de elevadores projetados para uso intenso.

Corrimão Para Elevador 

Muitas pessoas não pensam no corrimão; eles acham que é algo para se apoiar ou equilibrar os pacotes. Um corrimão de elevador é uma parte crítica do seu elevador, e você deve pensar na escolha ideal.

Muitos corrimãos do elevador devem ser removidos para substituir os painéis. Se você for substituir os painéis de parede, considere substituir o corrimão. Isso evitará que você precise pagar duas vezes se decidir trocar o corrimão no futuro. 

Ter um corrimão no seu elevador é super importante para trazer mais segurança para crianças ou idosos, além de adultos com problemas nas pernas, pressão baixa, com labirintite ou sem equilíbrio. 

Piso do elevador 

O piso é um dos itens que mais desgasta ao longo do tempo, ainda mais naqueles elevadores que não só transportam pessoas, mas também cargas ou ainda os elevadores de serviço que transportam utensílios de limpeza e também são usados para mudanças, levando mobília para lá e para cá.

Com o tempo ele pode riscar e ficar abatido e, mesmo utilizando tapete, é importante trocar o piso depois de um tempo. Quando for modernizar a cabina de elevador, aproveite para realizar essa troca. 

Opções de Instalação 

Modernização de elevadores

1. Opção pré-fabricada 

A maioria das opções para a atualização de elevadores vem em kits modulares pré-fabricados. As peças necessárias para atualizar seu elevador chegam ao mesmo tempo e geralmente são projetadas para tornar a instalação rápida e completa. Esses produtos prontos para uso ajudam você a economizar em custos de material e mão-de-obra.

Isso também significa que você experimentará menos tempo de inatividade com o elevador. Seus residentes poderão usar o elevador renovado em alguns dias.

2. Opção Customizada 

Muitos edifícios instalam e modernizam cabina de elevador de forma personalizada, o que é ideal para deixar o elevador do jeitinho que você imaginou e com os componentes escolhidos. 

Na opção customizada você não precisa aderir a todos os itens de renovação, podendo optar por alguns. Além disso, permite designs ilimitados, uma vez que a equipe irá trabalhar para aquele projeto específico, pensando nas necessidades e desejos daquele prédio em particular. 

Processo de instalação da cabina de elevador 

Você pode não estar muito preocupado com a instalação do interior. No entanto, a mão de obra representará a maior parte do custo total, portanto, mesmo uma pequena compreensão do processo pode ajudá-lo a planejar melhor.

O processo de instalação da sua cabina de elevador é simples. Geralmente, isso é feito por uma equipe de dois técnicos de elevadores. O tempo total dependerá dos itens de modernização de elevador que você escolher.

Normalmente, é assim que o processo de instalação funciona:

  1. Os técnicos da empresa de instalação removerão o interior atual do seu elevador. O corrimão e o teto podem ser passados ​​por parafusos na parte externa da cabine – o que exigiria acesso especial ao poço com segurança.
  2. Após a remoção da cabina antiga, a equipe inicia a instalação das tiras de metal nos cantos do seu elevador.
  3. Os técnicos instalarão os rodapés. Essas são as bases para o restante dos painéis nas paredes do seu elevador.
  4. Os painéis serão instalados a partir do zero. Eles serão conectados à parede do elevador por um sistema de ferragens de resistência industrial. Durante a instalação dos painéis de parede, o corrimão também será instalado.
  5. Nesse momento, a equipe de instalação pendurará folhas de proteção nas novas paredes da cabine do elevador para protegê-las durante o restante da instalação.
  6. A estrutura do teto é montada e centralizada dentro da parte superior da cabina de elevador. As luzes serão conectadas à fonte de energia e, em seguida, o teto será colocado no lugar.
  7. A cobertura de proteção é removida e a instalação está concluída. 

Qual empresa escolher? 

A atualização do interior do seu elevador é um processo complexo. Encontrar empresas especializadas em reforma de elevador, com bom preço, pode ser difícil.

Na Espel contamos com profissionais qualificados e preparados que te ajudam a tomar decisões assertivas e tiram suas dúvidas sobre todos os aspectos dos seus elevadores. 

Conclusão 

Se você fizer melhorias na sua cabina de elevador, sem melhorar a parte interna do seu elevador, estará pulando uma das partes mais importantes do seu prédio.

O elevador, além de estar bonito ele precisa estar 100% funcional. A aparência e a sensação dizem muito sobre o seu prédio, mas o funcionamento também, então veja sobre a necessidade de manutenção do seu elevador

Está pronto para essa transformação? Acesse aqui e tire suas dúvidas ou solicite um orçamento.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Se você procura não apenas melhorar a acessibilidade da sua casa, mas também a valorização do imóvel, você pode considerar instalar elevadores domésticos. Cada vez mais os elevadores domésticos estão se tornando equipamentos importantes em casa e não somente um acessório de luxo, especialmente considerando o envelhecimento da população. 

A conveniência fornecida pelos elevadores domésticos é incomparável, pois existem muitas casas de dois ou mais andares. Ter a capacidade de acessar toda a sua casa com facilidade e deslocar objetos e produtos com facilidade, sem ter que se desgastar através de escadas aumentará a confiança dos idosos.

As crianças poderão também se mover com segurança em diferentes andares de uma casa, sem medo de tropeçar e cair da escada, sofrendo acidentes. Um dos benefícios mais importantes de ter um elevador em sua casa é a facilidade de transportar móveis pesados ​​e outros acessórios sem muita dificuldade, dependendo do tipo de elevador que você escolher.

No entanto, ao considerar a instalação de elevadores domésticos é necessário levar em consideração certos fatores.

1. Tipos de Elevadores no Mercado 

Ao decidir instalar o elevador residencial, você deve fazer uma pesquisa de mercado sobre os vários tipos de elevadores. Existem vários modelos de elevadores domésticos disponíveis no mercado:

  • O modelo de elevador hidráulico utiliza pistões e cabos.
  • O elevador elétrico ou de contrapeso é um sistema amplamente utilizado. Ele usa contrapesos fortes para manter o elevador suspenso dentro do eixo.

O elevador residencial é indicado para trazer mais facilidade nos transportes. Pode ser elétrico ou hidráulico, com casa de máquinas ou sem casa de máquinas, sendo totalmente personalizado de acordo com as intenções de cada projeto.

Quando se trata de elevadores, não existe um único tipo para atender às necessidades e ao orçamento de todos. Você deve avaliar qual se adequa melhor para sua casa. 

2. Orçamento dos Elevadores Domésticos 

Você precisa definir um orçamento e segui-lo. Ao contratar uma empresa especializada em elevadores, você garante que suas intenções sejam seguidas a risca e que todos os valores e custos de instalação sejam devidamente repassados. 

Há uma infinidade de opções e custos de transporte vertical residencial, variando de razoável a mais custoso. Você deve se certificar de manter o valor estabelecido, especialmente se tiver um orçamento muito rigoroso para seguir. 

Por mais que um elevador luxuoso seja muito atrativo, talvez não seja necessário de se ter em casa, uma vez que será para uso exclusivo de moradores da casa e alguns visitantes. Dê prioridade às suas necessidades ao invés da estética. 

3. Instalação do Elevador Residencial 

Dependendo do estilo de elevador selecionado, o processo de instalação pode demorar dias ou semanas e pode exigir mais permissões e contratados.

Os elevadores com casa de máquina envolvem um procedimento de instalação meticuloso. Esse tipo de elevador requer um poço que precisa ser cavado para instalar o pistão e o cilindro. Provavelmente, se o elevador for instalado em uma casa existente, será necessário remodelar completamente o espaço da sua casa.

Por outro lado, os elevadores sem casa de máquina podem instalados sem muitas mudanças na construção. Esses tipos não requerem uma fossa, pistão e cilindros e nenhuma casa de máquinas adicional.

Casa de máquinas 

A casa de máquinas é onde serão instalados os componentes funcionais do elevador. Essa é uma sala separada que normalmente contém a caixa de controle, o tanque hidráulico ou o motor e os cabos do tambor. 

Certos elevadores não exigem casa de máquinas; esses elevadores são chamados sem casa de máquinas. Nesse caso, o motor e o controlador são montados dentro do eixo do elevador, normalmente na parte superior do poço.

Distância 

Dependendo do tipo de elevador que você escolher, verifique a distância que o elevador poderá percorrer. Isso ajudará a decidir o modelo ideal para uso na sua casa.

Os elevadores hidráulicos são mais populares para edifícios mais altos, como arranha-céus. No entanto, se você precisar de apenas uma distância de quatro andares, poderá optar por outros modelos. 

Capacidade de peso 

O próximo fator que você precisará considerar é a capacidade de carga do elevador. Inclui peso do passageiro, objetos etc. Se precisar transportar cadeira de rodas, você poderá escolher por instalar uma plataforma de acessibilidade.

Tamanho da cabine 

O próximo aspecto a considerar é o tamanho dos interiores da cabine do elevador. Você pode instalar um elevador em uma cabine menor e, nesses casos, fica difícil transportar uma cadeira de rodas, bike e assim por diante. Nesse caso, é melhor optar pelo sistema hidráulico, pois possui um espaço interior muito mais amplo e uma cabine maior.

4. Aparência do Elevador Doméstico 

Você deve escolher um elevador que combine com a decoração da sua casa. Os elevadores hidráulicos geralmente são maiores e ocupam mais espaço. Também requer espaço separado para a unidade de energia. Você pode ter que planejar com antecedência para acomodar o mesmo.

Por outro lado, um elétrico é mais aberto e pode ser fixado nas paredes externas. No entanto, os elevadores elétricos não podem ser extremamente personalizados.

Como Fazer a Melhor Escolha? 

Quando você está pensando em instalar elevadores domésticos, há vários fatores a serem considerados. Infelizmente, sem o conhecimento certo, você pode se sentir perdido. Nós, da Espel Elevadores, oferecemos consultas para te ajudar a escolher o modelo perfeito para você e sua família.

Entre em contato conosco para ver como podemos tornar sua vida mais confortável e prática.

Leia também:

Elevadores Para Condomínio: Guia Completo

Importância do Elevador Para Cadeirante

Como Limpar Elevador de Inox

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Em tempos de crise da saúde pública todo cuidado é importante para evitar a proliferação de vírus e bactérias. Os síndicos, administradores de condomínio e moradores precisam dar uma atenção maior a certas questões de higienização e uma delas é como limpar elevador de inox corretamente e sem causar avarias ou falhas no funcionamento do elevador. A limpeza de locais que possuem grande trânsito de pessoas deve ser redobrada. O elevador é um desses espaços, que recebe um grande número de pessoas todos os dias. Existem algumas medidas que são importantes implementar para garantir um ambiente limpo nas áreas comuns do prédio. 

Como Limpar Elevador de Inox? 

  • Procure realizar a higienização do elevador de uso social pelo menos uma vez ao dia. 
  • O sistema de botoeira é delicado, assim como um teclado de computador, por isso a limpeza dos botões deve ser feita com suavidade para não prejudicar o funcionamento do elevador, levando às paradas.  Deve-se tomar muito cuidado na limpeza da botoeira para evitar queimar algum componente do sistema. 
  • Evite utilizar produtos em excesso e borrifar direto na superfície. O mais indicado é sempre borrifar em um pano primeiro e depois limpar com suavidade o local desejado. 
  • Para limpar aço inoxidável é recomendável diluir em água morna sabão ou detergente (suave ou neutro), e em seguida secar a superfície com um pano macio ou esponja de nylon, a fim de evitar o aparecimento de manchas e riscos.
  • Luminárias e indicadores devem seguir a mesma recomendação de limpeza.
  • Utilize um pano de microfibra. Nunca utilize esponjas, lâminas, esfregões de aço e outros que podem riscar e danificar o inox.
  • Produtos próprios para inox também podem ser utilizados, já que garantem o brilho por mais tempo e formam uma película protetora.
  • Nunca utilize produtos químicos agressivos (ácidos, água sanitária, removedores de tinta) ou abrasivos (lixa, palha de aço, esponjas ásperas).
  • Procure higienizar o espelho do elevador, os corrimãos e botões que tem contato direto com as mãos dos passageiros. 
  • Para limpar o vidro do elevador pode ser utilizado produtos específicos “limpa vidros” para retirar manchas. 
  • Para finalizar a limpeza, é recomendado usar panos secos e macios.
  • Soleiras podem sem limpas com a ajuda de um aspirador de pó.

Dicas Extras 

Aprendeu como limpar elevador de inox? Para evitar qualquer problema, tenha em mente mais algumas dicas. Lembre-se que, na hora de higienizar um elevador, o outro deve estar disponível para uso para não bloquear o deslocamento dos moradores.  Escolha um horário em que o elevador é menos utilizado para limpá-lo. Geralmente os horários de pico são de manhã cedo, no horário do almoço e depois no fim da tarde.

É importante ressaltar que o pano utilizando deve estar limpo, desprovido de partículas de poeira, pois os resquícios de poeira de um pano já utilizado, podem arranhar o objeto. Se possível, invista em tapetes para limpeza dos pés nas entradas dos elevadores. Isso poderá ajudar bastante na manutenção da limpeza e economizará tempo dos funcionários.

O artigo foi útil para você? Agora que você já sabe como limpar elevador de inox, comece a implementar essas medidas no seu condomínio para manter a limpeza em dia.

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

O elevador panorâmico é um dos produtos de maior prestígio no mercado. Geralmente esse tipo de elevador é instalado em grandes centros comerciais, hoteis e restaurantes.

Trata-se de um elemento essencial para o projeto arquitetônico de um edifício moderno e são costumeiramente instalados para enaltecer o conjunto arquitetônico e torná-lo mais elegante e atrativo visualmente. 

Os elevadores panorâmicos externos além de ajudar os passageiros a se deslocar entre os andares, também proporcionam um prazer estético pela contemplação da vista do espaço do edifício, aumentando assim o número de passageiros e incentivando as pessoas a fazer compras, o que é especialmente importante no caso de shopping centers.

Assim, o uso desses elevadores do ponto de vista comercial é uma solução interessante, que permite aumentar os lucros da empresa através das vendas, além de melhorar significativamente o status e reconhecimento de marca aos olhos dos clientes e de outros visitantes.

Quer saber o que um elevador panorâmico pode trazer de benefícios para seu empreendimento? Leia alguns destaques abaixo!

Melhora do Humor

Uma pesquisa revelou que o contato com a luz do dia, pode ajudar a melhorar a saúde mental e física, além de melhorar o humor. Esse contato com a luz do dia logo de manhã traz mais motivação às pessoas e causa uma sensação melhor de confinamento do que espaços fechados e escuros.

Às vezes, são as pequenas coisas que fazem toda a diferença. Por isso, permitir que seus convidados entrem em um elevador de vidro iluminado e arejado, ao invés dos metálicos mais escuros, pode contribuir para um dia mais alegre.

Mais Econômico e Ecológico

Um elevador que não precisa de iluminação artificial naturalmente consome menos eletricidade e, embora qualquer elevador precise de energia para operar, não é necessário manter as luzes acesas em um elevador de vidro o dia inteiro. 

A quantidade de luz que entra no elevador não apenas melhora o humor dos passageiros, oferecendo uma maneira fácil locomoção, como também pode economizar dinheiro das empresas à longo prazo.

Além disso, ainda contribui para o meio ambiente, uma vez que reduz a quantidade de gás carbônico lançado no planeta. Algumas empresas sugeriram que podem reduzir em 20% os custos de iluminação e ventilação utilizando mais vidro em seus espaços.

Estética e Design

Outra vantagem é o design do elevador panorâmico. Eles trazem um estilo mais minimalista e elegante. Seja um edifício de estilo mais tradicional ou uma propriedade moderna, um elevador de vidro pode caber em qualquer lugar, pois seu material transparente combina com qualquer tipo de arquitetura, desde as modernas até as clássicas.

Com isso, você oferece uma jornada mais interessante para os passageiros durante as viagens. Um elevador de vidro também pode ser luxuoso, trazendo uma sensação de exclusividade.

Valorização do Imóvel

Não precisamos nem dizer como um elevador panorâmico pode valorizar seu imóvel, mas sempre é bom enfatizar.  Quem tem um empreendimento sabe da importância de manter um alto valor agregado do imóvel no mercado imobiliário. 

Considere isso ao escolher por um elevador de vidro. Além disso, um elevador panorâmico também oferece um momento de contemplação durante as viagens e pode ser usado para enaltecer a arquitetura de um lugar e fazer com que as pessoas parem e observem. 

Experiência do Cliente

Nos negócios, a experiência do cliente é tudo, desde o momento em que entram no prédio, chegam na recepção até o andar de destino. Um elevador de vidro fornece aos clientes uma experiência verdadeira.

A instalação de um elevador panorâmico dentro de uma empresa pode melhorar a experiência dos visitantes, oferecendo um ambiente de luxo que impressiona e criando uma atmosfera agradável para todos.

Leia também:

E você, considera um elevador panorâmico para seu empreendimento? Entre em contato conosco: espel@espel.com.br.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

O elevador monta carga industrial foi pensado e produzido para oferecer mais facilidade de movimentação, garantindo assim mais agilidade e praticidade em processos industriais. 

Esse tipo de elevador já vem sendo usado há muito tempo por muitas empresas por ser a melhor maneira de transportar produtos dentro do ambiente de trabalho. 

Se você está refletindo sobre adotar ou não o elevador monta carga para sua empresa, talvez essa lista de facilidades abaixo te ajude nessa decisão. 

1- Produtividade a mil

Certamente essa é uma das principais vantagens. Com a instalação do elevador monta carga industrial, seus colaboradores não precisarão mais carregar materiais e sua produtividade aumentará consideravelmente.

Ao não precisar ficar subindo e descendo escadas transportando coisas, eles terão tempo para desempenhar outras tarefas mais importantes na sua empresa e acelerar as entregas. Isso torna o trabalho mais fácil para seus colaboradores e mais produtivo para você. 

Saiba também quanto custa um elevador de carga e veja se compensa e cabe no seu orçamento. 

2- Fácil instalação

Diferente do que você pode pensar, o elevador monta carga industrial não é difícil de ser instalado. O elevador de carga vertical poderá ser implementado na sua empresa em poucos dias, melhorando rapidamente todos os processos dentro do seu negócio.

Entendemos que você não queira parar, pois isso significa perda de produtividade e de dinheiro, mas pense a longo prazo. Esses poucos dias de parada serão convertidos em aumento dos ganhos lá na frente, com a eficiência nas entregas e aumento da produtividade geral dos funcionários. 

Depois de instalado, basta começar a usar. O manuseio é muito simples e todos se adaptarão rapidamente ao uso. Lembrando que o equipamento exige baixa manutenção.

Toda a instalação deve seguir as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) que são compostas por um conjunto de requisitos necessários para garantir a segurança. 

3- Aumento da segurança

A segurança dos seus funcionários deve ser uma preocupação constante. Quando falamos de transporte de cargas por escadas isso indica um alto risco. É comum acontecerem acidentes, funcionários escorregarem, caírem e sofrerem lesões. 

Além disso, pode ocorrer dos seus colaboradores começarem a desenvolver problemas de saúde decorrente do carregamento de peso, como dores na coluna. 

Pense no bem-estar e saúde dos seus colaboradores e ofereça o elevador monta carga industrial para que eles tenham mais qualidade dentro da empresa. Com isso, eles se sentirão valorizados e trabalharão mais satisfeitos. E você evitará afastamentos e paradas por acidentes de trabalho. 

4- Personalização

O elevador de carga e descarga pode ser completamente personalizado de acordo com suas necessidades e logística da empresa. Você pode definir o número de paradas que são necessárias dependendo da quantidade de andares do seu prédio. 

Outra forma de personalização é definir as dimensões do cesto, de acordo com o que será transportado. 

Como você viu, essa aquisição pode ser benéfica tanto para você como empresa, quanto para seus funcionários que terão mais segurança, agilidade e facilidade no trabalho. Confira as especificações técnicas desse elevador aqui

5- Ganho de espaço

Empresas que necessitam de mais espaço para realização de serviços poderão também se beneficiar do elevador, uma vez que otimiza o espaço da sua empresa.

Na maioria das empresas sem elevador de carga, os estoques costumam permanecer próximos ao local de operações para reduzir o tempo perdido com deslocamento. Porém, em contrapartida, perde-se em espaço de trabalho.

A melhor solução para esse problema é o elevador monta carga, pois aproxima o colaborador dos produtos e traz mais conforto nas suas atividades diárias. 

Onde usar o elevador monta carga?

Pode ser usado em diferentes locais como padarias, restaurantes, supermercados, bibliotecas, galerias de arte, oficinas mecânicas e outros locais que exigem o deslocamento de peças, alimentos ou produtos. Independente do tipo negócio, certamente você poderá se beneficiar dessa tecnologia. 

O que podemos concluir?

Nas suas análises de desempenho poderá observar uma grande melhora nos índices ao final do mês, com redução de custos, aumento da produtividade e diminuição de acidentes de trabalho.

A maioria das empresas que se mantém competitiva no mercado já utilizam o elevador monta carga industrial. E você, vai ficar de fora? Certamente não! Entre em contato para saber mais. 

Outros temas relacionados sobre elevador monta carga:

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Um elevador de carga para restaurante é imprescindível para facilitar o dia a dia de trabalho de uma cozinha profissional. A rotina do restaurante envolve vários processos e leva em conta muita organização, desde o planejamento do cardápio, aquisição dos produtos, limpeza do ambiente para receber os clientes, etc. Um elevador de carga para restaurante pode oferecer mais funcionalidade e destreza nas atividades. 

Em momentos de pico, como no horário de almoço e jantar, o grande fluxo de pessoas fazendo pedidos pode levar a atrasos na entrega dos pratos. Isso certamente gera insatisfação e pode prejudicar a sua empresa.

Para garantir a melhor experiência ao cliente e ainda oferecer produtos frescos e quentes no momento certo contar com elevador de carga para restaurante faz toda a diferença. 

O que é um elevador de carga para restaurante?

Trata-se de uma solução muito prática para qualquer restaurante que possua mais de um andar, facilitando a logística da entrega de pratos e chegada de produtos sem causar confusão entre garçons, cozinheiros, assistentes, chef e entregadores. 

Ele garante que todo o processo até a chegada do prato na mesa do cliente seja mais ágil e eficiente, livre de problemas. Lembrando que a instalação do elevador não atrapalha ou polui o visual do restaurante, pois ele é totalmente adaptado de modo que não fique visível para o público em geral. 

Importante enfatizar que esse elevador só transporta mercadorias pequenas a médias e não deve transportar pessoas. O elevador monta-carga também é costumeiramente usado em hotéis, hospitais, laboratórios e bibliotecas. 

Por que ter um elevador para restaurante?

O elevador para restaurante é denominado monta-carga, que é um elevador projetado para cargas menores. É ideal para agilizar o transporte entre os andares sem colocar em risco a integridade dos alimentos.

A Espel fabrica elevadores monta carga elétricos com capacidade de 100, 200 e 300 kg em aço inoxidável. O elevador é fabricado todo em chapa de aço inoxidável, conforme normas da Anvisa.

Por questão de segurança, o elevador só funciona se a porta do elevador estiver completamente fechada. Isso garante que os produtos não caiam durante o deslocamento. 

Características principais

  • Oferece mais segurança e praticidade no transporte de cargas.
  • Alta resistência e durabilidade.
  • São fabricados seguindo todas as normas de segurança da ABNT (NBR 14712).
  • Adequado para transporte de cargas pequenas.

Veja as especificações do elevador monta carga aqui

Vantagens do elevador de carga para restaurante

O elevador monta carga para restaurante é capaz de otimizar e acelerar o processo produtivo em restaurantes. Por ser um equipamento robusto industrial, o elevador de carga para restaurante também tem capacidade para pesos diferenciados. 

Além de alimentos, também é possível transportar caixas com alimentos, talheres, copos e demais utensílios necessários desde que não ultrapasse a capacidade máxima do modelo do elevador escolhido. 

Esse elevador facilita a rotina de trabalho, organiza, otimiza e ainda evita acidentes com pratos no deslocamento ao subir escadas. O elevador monta carga pode ser personalizado de acordo com cada projeto. A velocidade de seu deslocamento é regulada para não danificar utensílios e alimentos transportados. 

Veja as principais vantagens listadas abaixo!

Trabalho otimizado

Uma das principais vantagens é a otimização do trabalho. O uso desse elevador traz mais eficiência para as atividades diárias do restaurante. Evitando o deslocamento de funcionários para transportar alimentos e louças. Com isso, os garçons terão mais tempo para oferecer um melhor atendimento, do que perder tempo subindo e descendo escadas. 

Mais segurança

Conforme já destacamos, o elevador de carga para restaurante é extremamente seguro, evitando quebra de louças e acidentes. Com isso, promovemos também mais segurança aos funcionários, uma vez que não ficam expostos a situações de risco. 

Instalação facilitada

Além de todas as vantagens já mencionadas, ainda há o diferencial do elevador ter uma instalação facilitada. Em pouco tempo já é possível concluir a instalação e usufruir de todos os seus benefícios.  

Como funciona?

Após instalado, seu funcionamento é muito simples. Basta colocar os pratos ou produtos a serem transportados na base sobre o elevador, fechar a sua porta com segurança e apertar o andar para subir ou descer sem pausas. Pela sua grande capacidade podem ser colocados vários pratos de uma única vez. 

Isso é especialmente importante em mesas grandes, pois garante que todos os pratos cheguem para todos os clientes ao mesmo tempo, evitando atrasos. 

E em caso de manutenção, o que fazer?

Em caso de manutenção do elevador, a Espel também pode auxiliar, uma vez que possui mão de obra qualificada e profissionais competentes para atender todas as necessidades de trocas de peças e demais necessidades que surjam com máxima agilidade. 

Como escolher a empresa ideal?

Obviamente é crucial escolher uma empresa de confiança especializada em elevador de carga para restaurante, uma vez que existem algumas exigências e normas da ABNT que devem ser consideradas e implementadas na fabricação.

Escolha uma empresa fabricante renomada e que esteja apta a realizar a instalação com eficiência dentro do prazo estipulado. A Espel trabalha dessa maneira, com total segurança e possui elevadores para restaurantes com design moderno e extrema qualidade para garantir a durabilidade do equipamento.

Quer ver seu restaurante se transformar com a instalação do elevador? Entre em contato para orçamento!

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos

Os elevadores para condomínio são meios de transporte muito importantes dentro desse empreendimento. Eles garantem a acessibilidade de todos os usuários e trazem conforto, comodidade e bem-estar. No entanto, para que cumpram seus objetivos diariamente, o síndico ou a administradora deve prezar pela manutenção constante do equipamento. Inclusive, é a manutenção frequente que garante economia.

Para esclarecer algumas dúvidas sobre o assunto, preparamos um post completo com todas as informações sobre manutenção, segurança e economia de elevadores para condomínio. Confira!

Manutenção de elevadores para condomínio

A manutenção de elevadores para condomínio é uma prática que deve ser adotada com frequência pelo síndico para evitar a incidência de paralisações, defeitos e acidentes. Percebeu que há algum problema com o painel ou com os trincos? É preciso agir para evitar maiores consequências. 

Muitos incidentes mais graves acontecem, porque a manutenção do equipamento não recebeu a devida atenção. Uma trança do cabo de tração que estoura não é um problema que acontece de uma hora para outra. É fruto de um desgaste que pode ocorrer devido ao mau uso, por exemplo. 

Diante desse cenário, é fundamental que o gestor, seja o síndico ou a administradora, mantenha uma rotina de conservação e manutenção de elevadores para condomínio. Há locais em que o zelador é o responsável por acompanhar algumas ocasiões, como dias de mudança ou obras, e garantir que o equipamento seja utilizado corretamente. 

Em um condomínio residencial, um elevador pode durar décadas. Mas, para isso, é fundamental que a manutenção seja frequente e adequada, principalmente a manutenção preventiva.

Qual a importância da manutenção preventiva?

Os elevadores são equipamentos de uso contínuo em condomínios. Para evitar incidentes que podem deixar passageiros presos ou comprometer a segurança dos usuários, a manutenção deve ocorrer em periodicidade adequada. O mais indicado é que ela ocorra mensalmente. Claro que existem situações que fogem do controle do síndico, como falta de energia elétrica ou panes inesperadas no equipamento. No entanto, a manutenção para elevadores para condomínio não se destinam a imprevistos. 

A manutenção preventiva é a melhor medida para deixar elevadores para condomínio sempre à disposição. Especialmente se o local possuir muitos idosos, pessoas portadoras de deficiência ou com mobilidade reduzida. Nestes casos, a indisponibilidade do equipamento afeta diretamente o bem-estar das pessoas. Por isso, o síndico deve fazer tudo que estiver ao seu alcance para que os elevadores estejam funcionando o máximo possível.

A manutenção preventiva do elevador é aquela que antecede o reparo, que está inserida em um planejamento de atividades para conservar a capacidade funcional do equipamento. É um serviço que consta no plano de manutenção predial preventiva.

Quando ela não é feita, o síndico está mais sujeito a ter que realizar a manutenção corretiva, que ocorre em caso de falhas ou desgastes no elevador. Essa atuação reativa, que acontece após a falha, tem um alto custo e ocasiona a paralisação do uso do equipamento. Isso pode causar grande transtorno no edifício. Basta que uma peça pare de funcionar corretamente para que o elevador seja interditado. Em resumo, podemos dizer que a manutenção preventiva dos elevadores para condomínio contribui para:

  • Reduzir gastos gerais: um elevador em ordem gasta menos energia elétrica, facilita a previsão de futuras trocas de peças (ajuda na previsão orçamentária do condomínio), e aumenta a vida útil do equipamento;
  • Facilitar o trabalho do síndico, uma vez que as manutenções são agendadas previamente e evitam incidentes que podem pegar o gestor de surpresa;
  • Garantir o bem-estar e o conforto dos usuários, pois o equipamento está quase sempre à disposição.

Manutenção de elevadores é despesa ordinária ou extraordinária?

Manutenção de elevadores para condomínio é despesa ordinária. De acordo com a Lei do Inquilinato, as despesas ordinárias são aquelas necessárias à administração do condomínio. 

Dentre elas, se incluem salários, encargos trabalhistas, contribuições previdenciárias e sociais dos empregados do condomínio, o consumo dos serviços básicos (água, esgoto, gás, luz e energia das áreas comuns), a limpeza, a conservação e a pintura das instalações condominiais, e muitas outras, inclusive a manutenção e a conservação de elevadores para condomínio.

Perceba que são despesas que acontecem na rotina no condomínio, ao contrário das extraordinárias, que não integram gastos rotineiros de manutenção do edifício e acontecem vez ou outra.

Existe uma legislação sobre manutenção de elevadores?

Sim. O Brasil possui muitas normas que regulam a manutenção de elevadores para condomínios e outros empreendimentos, desde normas federais a leis municipais.

Em âmbito federal, aplica-se a norma ABNT NBR 16083:2012 – Manutenção de elevadores, escadas rolantes e esteiras rolantes. Ela traz todos os requisitos que instruem a manutenção e foi elaborada pelo Comitê Brasileiro de Máquinas e Equipamentos Mecânicos (ABNT/CB-004). É aplicável a elevadores de passageiros, de cargas, elevadores de passageiros e cargas, monta-cargas, escadas rolantes e esteiras rolantes.

Dentre os itens abordados na norma, estão: verificação das funcionalidades, limpeza, lubrificação, operações de configurações e ajustes, operações de resgate de passageiros, reparos ou mudanças de componentes decorrentes de desgaste.

Existem muitas outras normas sobre elevadores, que abordam requisitos de segurança para construção e instalação de certos elevadores, como as normas ABNT NBR 16042:2012, ABNT NBR 15597:2010, ABNT NBR 12892:2009, ABNT NBR NM 313:2007, ABNT NBR NM 267:2002 e ABNT NBR NM 207:1999.

Além das normas federais, existem leis estaduais e municipais que tratam do assunto. O síndico deve conferir junto ao poder público local o que é aplicável ao seu condomínio. No estado de São Paulo, por exemplo, são aplicadas a Lei nº 12.751/1998 (obrigatoriedade de afixação de placas informativas nos elevadores para condomínios residenciais e comerciais contendo normas de segurança) e a Lei nº 10.348/1987 (dispõe sobre instalação e funcionamento de elevadores).

Na cidade de São Paulo, o Departamento de Controle Urbano da Prefeitura de São Paulo editou o Decreto-Lei 47.334/2006 e a Portaria 01/06, que tratam da emissão do Relatório de Inspeção Anual de Elevadores (RIA). O RIA é uma espécie de certificado de segurança ao usuário que deve ser emitido pela empresa que presta o serviço de conservação e manutenção de elevadores para condomínios e outros empreendimentos. 

Por fim, o síndico deve ficar atento às possíveis mudanças legislativas que tratam sobre elevadores para condomínio. Na Câmara dos Deputados, por exemplo, tramita o Projeto de Lei nº 6125/2013, que prevê regras de conservação e manutenção de elevadores elétricos, esteiras e escadas rolantes instalados em edifícios residenciais, comerciais e de serviços públicos.

Importância do cuidado com o equipamento para a segurança dos moradores

Você sabia que quem escolhe os elevadores para condomínio a serem instalados no edifício é o construtor do prédio? Em muitos casos, ele opta pelo equipamento de menor preço, e isso pode ocasionar eventuais problemas posteriores devido à menor qualidade. Ele demandará a substituição de peças num tempo menor. Quando o construtor opta por um fornecedor de primeira linha, os problemas serão menores. 

Vimos que a manutenção adequada, especialmente a preventiva, é um cuidado fundamental para garantir a segurança dos moradores ao utilizar os elevadores para condomínio. E como aplicar a manutenção nesses casos em que o equipamento não é tão adequado? Uma boa saída é a modernização do equipamento, que deve ocorrer quando aparecem alguns sinais.

Modernizar ou não elevadores para condomínio?

A modernização dos elevadores para condomínio é necessária quando a conservação periódica já não supre a necessidade do equipamento. Imagine que você é um síndico que agenda mensalmente a inspeção e a conservação dos elevadores. No entanto, percebe que o equipamento apresenta defeito constantemente, mesmo com a manutenção. É um sintoma que diz a você que há necessidade em modernizar os elevadores.

Para saber quando modernizar os elevadores, faça uma verificação das seguintes situações:

  • Elevadores dão problemas com frequência (por exemplo, ocorrem 6 casos de interrupções dos elevadores em um ano);
  • Não há proteção contra variações na rede elétrica nos componentes do elevador;
  • A cabine apresenta desnível constante em relação aos andares;
  • Necessidade de adaptações de acessibilidade no condomínio;
  • Elevadores apresentam barulhos mais altos do que o normal;
  • Trocas de peças são constantes e gradualmente mais caras;
  • Há poucas peças de reposição no mercado;
  • Não há sistemas de segurança atualizados;
  • Alto consumo de energia;
  • Infestação de cupins.

Apesar da necessidade, vale destacar que a modernização de elevadores pode ser um problema financeiro para o condomínio que não possui uma reserva. Isso porque o preço pode variar bastante, mas fica entre R$ 30 mil a R$ 160 mil por aparelhagem. Mesmo diante do alto custo, a modernização dos elevadores para condomínio garante muitos benefícios, como:

  • Contribuição ao meio ambiente: com menor consumo elétrico, há redução na emissão de dióxido de carbono (CO²), o que contribui para a sustentabilidade do empreendimento;
  • Redução de despesas: os elevadores modernos gastam menos energia elétrica do que aparelhos antigos, além de demandar menos troca de peças;
  • Melhoria na acessibilidade: elevadores sem problemas contribuem para a rotina de idosos e pessoas com mobilidade reduzida;
  • Viagens mais agradáveis: a ausência de desníveis, trancos e ruídos torna a experiência do usuário mais agradável;
  • Maior segurança: elevadores modernos apresentam menos riscos de falhas, acidentes e interrupções;
  • Valorização do patrimônio: equipamentos novos no condomínio valorizam o imóvel.

Como encontrar empresas qualificadas?

Os elevadores devem passar por manutenções adequadas para garantir a segurança dos usuários. Isso significa que a escolha da empresa responsável pelo serviço deve ser bastante criteriosa. O síndico deve se atentar bastante a esse ponto.

Em primeiro lugar, é importante conferir se o estabelecimento integra a relação de empresas aprovadas pelo município. O órgão público que possui essa informação é, geralmente, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (ou órgão municipal semelhante). A prestadora de serviço deve ter concessão dada pela prefeitura, pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA), contar com, ao menos, um engenheiro responsável e ser regulamentada.

Em segundo lugar, saiba que a manutenção não precisa ser feita pela empresa que vendeu os elevadores para condomínio. O síndico possui liberdade para contratar o serviço de manutenção que desejar. E a troca de fornecedor pode ser um fator que gera economia. Neste ponto, a atenção fica para as empresas que cobram valores muito abaixo do mercado. Normalmente, elas não são confiáveis.

Em terceiro lugar, o síndico deve avaliar o tipo de contrato de manutenção de elevadores para condomínio. Nem sempre, ele inclui os valores das peças de reposição. Fique atento às cláusulas, especialmente às multas de rescisão e o tempo de vigência (o recomendável é de no máximo 2 anos). São dois os tipos de contrato mais comuns:

  • Com reposição de peças: costuma ser um contrato um pouco mais caro. No entanto, o síndico fica mais tranquilo em caso de falha, pois a empresa de manutenção será responsável pela troca da peça, não havendo necessidade de mexer no caixa do condomínio.
  • Sem reposição de peças: na ocorrência de alguma falha no elevador, a empresa envia um orçamento ao síndico, acompanhado do laudo da peça danificada. Em alguns casos, as peças são caras e oneram o caixa do condomínio. É um contrato que engloba apenas a mão-de-obra, sendo mais recomendável para edificações novas, cujas chances de problemas são menores.

Além de avaliar o melhor tipo de contrato de manutenção de elevadores para condomínio, o síndico deve também ter boa relação com a empresa de manutenção. Isso traz mais segurança nos casos de incidentes. Isso porque o mercado de peças para esse equipamento é muito fechado, não apresentando diversas lojas para atender o consumidor na hora do aperto. Com a aproximação entre síndico e empresa de manutenção, é possível manter o elevador sempre em funcionamento. 

Economia com elevadores

Garantir o bem-estar e o conforto dos moradores, bem como a usabilidade dos equipamentos, são deveres do síndico. Como apontamos anteriormente, por mais custoso que seja manter um contrato periódico de manutenção de elevadores para condomínio ou modernizar esses equipamentos, essas práticas são muito importantes para cumprir essas atribuições.

O que o gestor deve ter em mente é que essas duas práticas trazem muitas vantagens para o condomínio. E uma delas é a economia por meio da redução de custos.

Como economizar na manutenção de elevadores?

Para economizar na manutenção de elevadores, o síndico deve prezar sempre pela manutenção preventiva e educação dos usuários.

As manutenções periódicas, que ocorrem antes dos incidentes, evitam os gastos emergenciais, como apontamos acima. Elas devem ser agendadas mensalmente, mas também podem ser solicitadas caso o síndico, o zelador ou um usuário note um potencial problema. Barulhos incomuns, desníveis, portas que não fecham corretamente são defeitos visuais ou sonoros que podem ser percebidos pelas pessoas. Diante disso, basta marcar a manutenção para ver o que está ocorrendo.

Quanto à educação dos usuários, o síndico deve possuir papel ativo. Orientá-los quanto ao uso em diversas situações é uma prática constante, que pode ocorrer por painel de avisos, dentro e fora do elevador, ou por e-mail. Um guia de boas práticas ajuda bastante nisso. E quais seriam essas boas práticas? Veja alguns exemplos:

  • Em caso de passageiro preso no elevador, mantenha a calma, aperte o botão de emergência para interfonar na portaria, não force a porta, e não tente sair do elevador;
  • Em caso de obras, mudanças ou transporte de materiais que possam danificar o elevador, solicite ao zelador a capa protetora;
  • Não bloqueie ou impeça o fechamento das portas, nem force sua abertura ou fechamento;
  • Em caso de transporte de cargas e animais de estimação, utilize o elevador de serviço;
  • Respeite o limite de passageiros e de peso sugerido nas placas informativas;
  • Evite movimentos bruscos ou brincadeiras como pular no interior da cabine.

Como economizar energia com elevadores?

Uma questão que sempre aparece quando o assunto é manutenção de elevadores para condomínio é a economia de energia. Como manter o equipamento em dia gastando pouco? De fato, ele é um dos responsáveis pelo custo de energia elétrica. Mas, a regra é bastante simples: quanto mais antigo, maior o gasto de energia. Por isso, a primeira dica para economizar energia com elevadores é a modernização.

A segunda dica, mais uma vez, é a manutenção preventiva, que faz com que o elevador funcione de maneira otimizada. Alguns condomínios relatam economia entre 20% a 40% nas despesas com eletricidade quando a manutenção é periódica.

E a terceira dica é utilizar sensores de luz e lâmpadas de LED. A iluminação dentro da cabine só funciona quando alguém ingressa e, mesmo em funcionamento, apresenta baixo gasto de energia, que é uma das características das lâmpadas de LED.

Se você ouvir, algum dia, que desligar um dos elevadores à noite gera economia, não acredite. O raciocínio é simples: com um elevador disponível para os usuários, ele fará o trabalho de dois equipamentos. E isso pode resultar em sobrecarga, o que diminui a vida útil do aparelho.

Com esse guia completo de economia, manutenção e segurança para elevadores para condomínio, o síndico consegue realizar um ótimo trabalho para manter o equipamento sempre disponível para os usuários.

Todas as medidas relacionadas a esse equipamento devem integrar um plano periódico de inspeção predial. Você sabe o que é inspeção predial e qual o período ideal para que ela aconteça?

Guestpost produzido pela Condobox, sistema completo para gestão de condomínios.

[avs_toc]

Deixe seu e-mail e receba conteúdos exclusivos