Como saber se o elevador do meu prédio precisa de manutenção

HomeÚltimas do BlogComo saber se o elevador do meu prédio precisa de manutenção

O bom funcionamento dos elevadores é fundamental para garantir a segurança dos usuários durante o transporte. Para que isso aconteça, no entanto, é preciso realizar a manutenção dos elevadores da forma correta e no tempo adequado.

Mas como saber quando é a hora de fazer a manutenção do elevador? Veja neste artigo alguns sinais que indicam que o equipamento precisa do serviço.

Ruídos e vibrações anormais

Um dos principais pontos criticados em elevadores, quando mal instalados ou quando não são adequados ao prédio, são os ruídos e vibrações. Contudo, um elevador instalado da forma correta também pode apresentar esses problemas, ocasionalmente.

Os ruídos e vibrações do elevador são considerados anormais e devem ser checados por uma empresa especialista o mais rápido possível. Esses indícios podem prejudicar o conforto dos passageiros durante o uso, incomodar os moradores do prédio (em caso de construções residenciais), além de colocar em risco a vida dos mesmos.

Alteração na velocidade do movimento da cabine

Um elevador que apresenta uma velocidade fora do comum, seja muito rápida ou muito lenta, precisa passar por manutenção. É válido lembrar que o síndico é o responsável por acionar a empresa responsável pela manutenção, porém, o serviço jamais pode ser feito por ele ou qualquer pessoa que não seja da área técnica.

Luzes queimadas

Lâmpadas queimadas podem até parecer um problema simples, porém, merecem atenção dos profissionais da mesma forma que os outros defeitos. A falta de luz no elevador, aliás, pode até resultar em consequências mais graves, caso o equipamento pare fora dos andares.

Problemas na abertura e fechamento do elevador

Comum em elevadores de prédios residenciais e comerciais, o problema abrange a abertura das portas fora dos andares (que pode ocasionar quedas de usuários no fosso do elevador) e o desalinhamento da barreira infravermelha que impede que as portas se fechem quando alguém embarca.

Assim que os problemas de abertura e de fechamento das portas forem constatados, é imprescindível entrar em contato com uma empresa especialista para fazer a manutenção dos elevadores. Além dos profissionais capacitados, é fundamental checar se a empresa realiza o serviço com peças de reposição de qualidade, para garantir que os equipamentos fiquem seguros até a próxima manutenção.

Desnível entre cabine e o piso dos andares

O elevador sempre deve parar alinhado ao piso dos andares do prédio. O desnível – mesmo pequeno – pode causar quedas, especialmente no caso de pessoas que estão distraídas, idosos e crianças.

Falhas no sistema de alarme e de comunicação

Quando um elevador para de funcionar, o sistema de alarme e interfone auxilia na comunicação entre os passageiros e os especialistas que vão resolver o problema. Porém, para que os equipamentos sejam utilizados em situações de emergência, é preciso que funcionem perfeitamente.

A manutenção de elevadores também é essencial para garantir a segurança nesse aspecto. Sem o serviço preventivo, a parada do produto pode gerar pânico nos usuários que ficam presos em seu interior, além de dificultar a ação da equipe de profissionais.

Manutenção de elevadores: um serviço indispensável e permanente

A manutenção de elevadores deve ser feita, de forma preventiva, uma vez por mês. Além de seguir o prazo estipulado para o serviço, para garantir a segurança e a eficiência é importante adquirir um elevador de qualidade e se atentar às regras de uso. Dentre elas, não forçar a abertura e o fechamento das portas e não sobrecarregar a capacidade dos mesmos.


Precisa de manutenção de elevadores do seu prédio? Entre em contato com os especialistas da Espel Elevadores.

Tipos de elevadores